Páginas

terça-feira, 20 de junho de 2017

Na estrada sem glúten - Belém

AS DELÍCIAS DE BELÉM DO PARÁ

Continuamos nossa viagem pelas delícias do projeto #naestradasemglúten Brasil a fora. Dessa vez, desembarcamos em Belém, capital do Estado do Pará, na região Norte.
Em seus 401 anos de história, a capital paraense, segunda mais populosa da região Norte, ficou famosa por sediar um dos maiores eventos religiosos do mundo, o Círio de Nazaré, que ocorre no mês de outubro.
Existem, porém, motivos para visitar Belém o ano todo, pontos turísticos belíssimos como o Mercado Ver-o-Peso, o Theatro da Paz, o Museu Paraense Emílio Goeldi, entre outros monumentos, igrejas e fortificações. Quem gosta de praia também não ficará decepcionado, é possível desfrutar de lindas praias de água doce, com belas orlas e até ondas.

Mercado Ver-o-Peso
A culinária é sempre um atrativo especial em qualquer viagem, e a gastronomia paraense é muito rica, baseada na cultura indígena, utiliza muito os ingredientes da Amazônia, como  camarão, caranguejo, marisco, peixe, caças, pato, suas famosas ervas, chicória, coentro, jambu, pimentas de cheiro. A mandioca não poderia ficar de fora e dá origem à farinha d´água, goma de tapioca e beijus. A tapioca, que hoje é consumida em todo Brasil, lá é chamada de tapioquinha e é muito consumida no café da manhã e lanches da tarde.  Há também o tucupi, caldo amarelo extraído da mandioca, que acompanha carne, peixe, mariscos ou puro.
Os frutos típicos da região são: cupuaçu, bacuri, pupunha, taperebá, jaca, muruci e sapotilha e manga.
O Açaí do Pará é uma grande estrela da culinária local. Mas lá não se consome como nas outras regiões do Brasil, com granola e banana, por exemplo. No Pará, o açaí é prato principal, servido com farinha de mandioca ou farinha de tapioca. (Fonte: BELEMTUR)

Bacuri, fruto típico muito apreciado
Mas nós, celíacos, alérgicos, sensíveis ao glúten, sabemos que devemos ter cuidado redobrado com alimentação e não podemos nos expor em ambientes onde se prepara alimentos com e sem glúten, sem cuidados com a contaminação cruzada. Em Belém, existem 3 restaurantes, onde se pode conhecer a culinária local paraense, sem descuidar de nossa alimentação especial, eles deixam claro em suas redes sociais e sites da internet, serem 100% isentos de glúten. 

São eles:

GRÃO CULINÁRIA SAUDÁVEL
Travessa Dom Pedro I, 546 – Belém
Telefone: (91) 3222-6056
Instagram: @graoculinariasaudavel
Facebook: https://www.facebook.com/pg/graoculinariasaudavel/
Site: graoculinariasaudavel.com
Funcionamento: Segunda a Sábado, das 11h30 às 15h30 e de 17h às 22h15; Domingo, das 11h30 às 16h.
Apresentação: Restaurante 100% funcional, 100% sem glúten e sem lactose. Por uma vida deliciosamente saudável! Dom Pedro, 546, entre Municipalidade e Senador Lemos.
Cardápio: sucos naturais, vitaminas, petiscos, tapioquinhas, crepes, pizzas, sanduiches, omeletes, saladas, pratos à base de carne e frango, risotos, pescados, massas, sobremesas.

Tapioquinha, foto do Facebook do restaurante

Unhas de caranguejo, foto do Facebook do restaurante


RESTAURANTE SANTA ORGÂNICA
Av. Gentil Bittencourt, 1575. Nazaré, Belém
Telefone: (91) 2121-6222
Instagram: @restaurantesantaorganica
Funcionamento: de Domingo e Segunda: 11h30 às 15h00, de Terça a Sábado: 11h30 às 15h00 e 19h00 às 23h00.
Apresentação: Aqui você vai encontrar alimentos limpos, orgânicos, respeitando a sazonalidade dos ingredientes e privilegiando a compra direta do produtor local.
Cardápio: gralhados de carne, frango e peixes, unhas de caranguejo, coxinhas, brusquetas, saladas, pizzas, moquecas, risotos, massas, pratos veganos, sobremesas.

Foto do Facebook do restaurante

Foto do Facebook do restaurante

RESTAURANTE DONA JOANA
Travessa Campos Sáles, 482 - Campina, Belém
Telefone: (91) 8819-5513
Instagram: @donajoanarestaurante
Funcionamento: Segunda à Sábado: das 11h00 às 15h00. Domingo: das 11h00 às 16h00.
Apresentação: Primeiro restaurante 100% livre de glúten da cidade. Temos em nossos produtos ofertados também uma linha de pratos e sobremesas sem lactose.
Cardápio: grelhados, omelete de camarão, saladas, sucos naturais.

Filé de Pescada, foto do Fecebook do Restaurante
Bolinho de chocolate com pêssego.
Foto do Facebook do restaurante.

Pontos de venda de produtos sem glúten:
Nação Verde - Unidade Belém
Avenida Magalhães Barata, 617 - São Braz - Belém - PA - 66060-281
(91) 3118-0006
Funcionamento: de Segunda a Sexta das 8h às 18h. Aos Sábados das 8h às 12h.

Mundo Verde Belém
Travessa 14 Abril, 989 A - Fátima - Belém
Tel/Fax: (91) 3226-8178
Funcionamento: de segunda a sexta-feira das 9h às 19h30 e sábado das 9h às 15h.

Supermercados líder:
Consultar endereços das lojas no site: www.grupolideronline.com.br/


Ficaram aguardos? Bora arrumar as malas e partir para Belém do Pará?


Redação e Edição: Carol Martins (Blog Aventuras sem glúten)

Colaboradora: Cristina Franco (Canal YouTube)

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Na Estrada sem Glúten - Aracaju

ARACAJU – VITA SEM GLÚTEN




Estamos na estrada há muito tempo, mas agora você não vai mais sozinho, o GLUTENFREECRIS e AVENTURAS SEM GLÚTEN estão de bagagem pronta para buscar "ONDE COMER?!" em cada cantinho desse Brasil.

Fizemos uma seleção dos melhores lugares para sua dieta sem glúten, e estreamos o projeto #naestradasemgluten na cidade de ARACAJU.

Para programar melhor a sua viagem para a capital do Sergipe recomendamos entre setembro e março quando o tempo é mais firme, quando dificilmente você vai perder algum dia de praia. A praia da Atalaia é a principal zona hoteleira da cidade. Lembre-se sempre de entrar em contato com o hotel e solicitar produtos sem gluten para o seu café da manhã, informar uma produção local de produtos sem gluten fortalece o mercado e ajuda a rede de hotéis a nos atender de forma adequada e segura.

Os principais pratos típicos da culinária local são:
Caranguejo, moqueca de camarão, carne de Sol, peixe, frutos do mar como (polvo, lula, camarão, salmão e lagosta).
Na feijoada sergipana, além do feijão acrescentam carne seca dessalgada, linguiça, abóbora,  quiabos, batata e cebola em cubinhos, além dos temperos tradicionais como cominho, colorau e coentro.
Ponto de Atenção aqui (Certifique-se que o feijão e a farofa não contém glúten!)
As frutas Pitomba, graviola, jaca-dura, mangaba, enriquecem o cenário sergipano.
Caldos de frutos do mar e aratu completam a lista das escolhas que você não pode deixar e provar.

E no meio de tantas delicias encontramos os produtos certos para a sua viagem continuar mais tranquila VITA SEM GLÚTEN.




A Vita surgiu de uma necessidade da nutricionista Beatriz Bueno (Mestre, Especialista, Professora Universitária), mãe do Cauê, que é intolerante à lactose, em buscar produtos menos industrializados e mais saborosos e saudáveis. Beatriz fez cursos, se especializou na área e descobriu que sua busca não era única e que a demanda do mercado necessitava ser atendida, vislumbrando o público celíaco, sensíveis ao glúten, alérgicos a leite, ovos e soja, bem como quem procura uma dieta sem glúten ou alergênicos em função do bem-estar.

Dessa forma fundou a Vita, uma empresa que produz alimentos hipoalergênicos, sem glúten, sem leite e derivados, sem soja, sem conservantes e corantes. Alguns também sem ovos. A produção é livre de contaminação cruzada e todas as etapas da produção são supervisionadas pela nutricionista. Os ingredientes são frescos, grande parte orgânicos/agroecológicos, integrais e funcionais.
  
Você pode encontrar os produtos da VITA nas lojas abaixo e Beatriz recomenda as Coxinhas e Pãozinho de Batata Doce recheados de Frango:





Onde encontrar:

ARACAJU

 Vivaz Produtos Naturais
Leopoldo Mesquita, 401 – Jardins, Aracaju – SE, 49025-380
Telefone:(79) 4141-5000
Brumar
Largo da Imprensa, 5 – 13 de Julho, Aracaju – SE.
Telefone:(79) 3246 1424
Bodega Natural
Av. Pedro Paes Azevedo, 700 – Grageru, Aracaju – SE.
Telefone:(79) 3217-6518
Brumar
Largo da Imprensa, 05 C – Treze de Julho, Aracaju – SE,
Telefone(79) 3246-1424
Deli Jardins
Av. Deputado Sílvio Teixeira, 1020 – Jardins, Aracaju – SE,
Telefone(79) 3027-1871
Mercadito Fit
Rua Teixeira de Freitas, 209, sala 02, Galeria Cianni, Salgado Filho
Aracaju, Brazil
Telefone(79) 99612-7952
Mundo Verde
Shopping Riomar Gonzaga, 400, R. Luís Chagas – Coroa do Meio, Aracaju – SE, 49035-810
Telefone(79) 3211-2044
 Pand’oro Delicatessen
Rua. Dep. Euclídes Paes Mendonça, 105 – 13 De Julho, Aracaju – SE.
Telefone:(79) 3246-2600
Deli Jardins
Av. Dep. Silvio Teixeira, 1020 – Jardins, Aracaju – SE.
Telefone:(79) 3217.5568
Mais Viver
Praça Sebastião Garcês, 32 – Centro, Lagarto – SE.
Telefone(79) 99996-3559
Intense​
Rua Arício Guimarães Fortes, 748 – Atalaia, Aracaju – SE.
Telefone(79) 9 9654-9381​
Vitrine Natural
Av. Desembargador João Bosco de Andrade Lima, 411- Atalaia, Aracaju – SE.
Telefone(79) 9811-2480 | 3022-7520​

SALVADOR

Empório Favorita
Av. Juracy Magalhães Júnior, 1624 – Box 62 – Rio Vermelho, Salvador – BA.
Telefone(71) 3372-5110
Padaria Favorita
Forte de São Pedro, 191 – Campo Grande, Salvador – BA.
Telefone:(71) 8624-8037
Nosso Canto
Av. Paulo VI, 1881 – Pituba, Salvador – BA, 41810-000(71) 3486-7990
Nutrimaster Barra
Rua das Hortênsias, 764 – Pituba, Salvador – BA, 41810-010
Telefone(71) 3353-8203
Nutrimaster Pituba
Rua das Hortênsias, 764 – Pituba, Salvador – BA, 41810-010
Telefone(71) 3353-8203
Vila da Saúde
RUA RAUL LEITE, 123 – Rua Raul Leite, 123 – Vila Laura, Salvador – BA, 40270-180
Telefone(71) 3244-0300
Empório Favorita
Mercado Rio Vermelho Salvador
Mundo verde Shopping Barra
Loja 340 – 3º Piso
Avenida Tancredo Neves, 148, 00000-000
Telefone (71) 3264-2220
Mundo Verde Shopping Salvador
Av. Tancredo Neves, 2915 – Caminho das Árvores, Salvador – BA, 41820-021
Telefone(71) 3414-2301
 Mundo Verde Shopping Paralela
Av. Luís Viana, 8544
Telefone(71) 3023-8363

Sem glúten, sem leite, sem soja, (opções sem ovos).

#sem glúten #sem leite #sem soja #celíacos #opções sem ovos

Redação e Edição: Cristina Franco do Blog Gluten Free Cris (Canal YouTube)


Colaboradora: Carol Martins (Blog Aventuras sem glúten)

quinta-feira, 4 de maio de 2017

EVENTO: GLÚTEN – O BATE PAPO (CAMPINAS)



Muito tem sido falado sobre uma proteína presente em alguns cereais (trigo, aveia, cevada, centeio e malte), o agora famoso “glúten”. Após a publicação do livro “Barriga de Trigo”, do médico William Davis, muitas pessoas nos quatro cantos do mundo passaram a seguir uma alimentação sem essa proteína. Algumas delas relatam se sentir muito melhor, após retirarem o glúten de sua dieta, emagreceram, tiveram melhora no funcionamento de seus intestinos, melhoraram sua disposição e saúde em geral.
O que essas pessoas não sabem, porém, é que elas possam ter uma doença autoimune chamada Doença Celíaca ou ter uma sensibilidade ao glúten. “A Doença Celíaca é caracterizada pela inflamação crônica da mucosa do intestino delgado que pode resultar na atrofia das vilosidades intestinais, com consequente má absorção intestinal e suas manifestações clínicas. Ela ocorre em pessoas com tendência genética à doença. Geralmente aparece na infância, nas crianças com idade entre 1 e 3 anos, mas pode surgir em qualquer idade, inclusive nas pessoas adultas.” (fonte: www.fenacelbra.com.br)
A grande dúvida, que sempre gera debates muito polêmicos, é se o glúten realmente é maléfico a todas as pessoas, sendo um grande vilão da alimentação de nossos dias, ou se ele é um veneno apenas para essas pessoas com Doença Celíaca e outros problemas relacionados a essa proteína.
E para aqueles que não têm opção, que precisam seguir uma vida 100% sem glúten, para se manterem saudáveis, milhões de dúvidas sempre surgem em seus cotidianos, como: Quais alimentos não contém glúten? Tirar o glúten da alimentação é o único tratamento? É necessário acompanhamento médico e nutricional? Doença Celíaca tem cura? O que é contaminação cruzada? Como substituir o glúten?
Buscando algumas respostas para essas e outras questões relacionadas ao glúten, um grupo de pessoas da região de Campinas (SP), que têm em comum viver uma dieta sem glúten, que para elas é extremamente prejudicial, resolveu se juntar e promover um Bate Papo para tirar essas e outras dúvida de um estilo de vida muito particular.
O evento “Glúten – O Bate Papo” acontecerá no dia 27 de maio, às 14h00, na Padaria Zero Trigo, em Campinas, fazendo parte do Mês de Conscientização da Doença Celíaca, que ocorre em maio, no mundo todo. Estarão presentes a médica nutróloga Dra. Célia de Mello e a nutricionista Dra. Lucélia Costa, que falarão sobre sintomas, diagnóstico e tratamento de Desordens Relacionadas ao Glúten, e da alimentação sem glúten (como ela deve ser e quais os cuidados que devem ser tomados).
Além disso, membros do Grupo “Sem glúten de Campinas e Região” darão testemunho pessoal, de como chegaram aos seus diagnósticos e como lidam atualmente com a vida sem glúten.

Ficha técnica:
Evento: “Glúten – O Bate Papo”
Realização: Grupo sem Glúten de Campinas e Região
Apoio: Fenacelbra, Padaria Zero Trigo e Grano Brasilis
Data: 27 de maio
Horário: a partir das 14h00
Local: Rua Sampainho, 242 – Cambuí – Campinas – SP
Inscrições gratuitas por e-mail: campinassemglúten@gmail.com

VAGAS LIMITADAS

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Desafio de Panelas sem Glúten - Episódio 6

O "Desafio de Panelas sem Glúten" foi encerrado com chave de ouro, com uma refeição dos sonhos de todo celíaco. Inspirada nas lanchonetes típicas dos Estados Unidos, das décadas de 50 e 60, a Ana Paula do Blog "Meu Segredinho" foi a chef desafiada no episódio "Diner Americano".
Infelizmente, por motivos pessoais, não pude estar presente e nem degustar essas delícias que a Aninha preparou, mas todos os convidados amaram a experiência de comer sem preocupação gostosuras que são comuns no mundo "glutenado", mas que raramente os celíacos podem degustar socialmente. 
Aninha, a chef do Episódio Diner Americano

A decoração ficou show e todos se contagiaram pelo clima de descontração, com muita música boa!




Os convidados: Lilian, Cris, Mary, Aline, Edu. E a cozinheira do dia: Aninha!

Bom, mas quem vai querer as receitas dos quitutes? Vamos lá:

Entrada: Batatas rústicas assadas com maionese caseira



Ingredientes:

6 batatas médias 

3 dentes de alho

Azeite de oliva

Tomilho

Sálvia 

Alecrim

Pimenta do reino

Sal

Modo de fazer:

Lave bem e corte as batatas em gomos, sem descascar. 

Cozinhe em água fervente por 6 minutos e escorra bem.

Seque as batatas com um pano ou papel absorvente e coloque numa forma.

Tempere com as ervas, sal, pimenta e espalhe azeite. Misture bem.

Coloque 2 ramos de alecrim, e os dentes de alho com casca. 

Leve ao forno pré-aquecido a 210°C por 40 minutos. Vire na metade do tempo. 

Retire e sirva quando as batatas estiverem douradas


Maionese de leite sem ovos
150ml de leite zero lactose (ou vegetal)

1 colher (sopa) de mostarda

1 pitada de sal

Cerca de 300ml de óleo de girassol

Cheiro-verde a gosto.

Modo de fazer:

Coloque o leite, a mostarda e o sal no liquidificador.

Ligue e sem parar de bater, adicione o óleo em fio (bem fino e lentamente).

Bata até formar a emulsão. 

Misture o cheiro verde e acerte o tempero.


Maionese de rúcula 

1 xícara de maionese (usei a de leite acima)

1 xícara de rúcula higienizada e picada

1 colher (sopa) de vinagre balsâmico

Modo de fazer:

Bata até misturar e leve à geladeira até servir. 


Prato Principal: Hambúrguer caseiro 



Ingredientes:

1200g de carne moída da sua preferência (use uma com gordura)

1 colher (sopa) de alho em pó (ou 1 dente de alho picadinho)

1 colher (sopa) de orégano seco

1 colher (sopa) de manjericão seco

Sal e pimenta à gosto

Modo de fazer:

Misture tudo, pese porções de 150g e coloque num molde, prensando para obter o formato. 

Pressione a parte superior (no meio apenas) com as costas de uma colher, para evitar que o hambúrguer inche na hora de grelhar.

Grelhe em frigideira ou chapa bem quente, untada com um pouco de azeite, até o ponto desejado.

Montagem do hambúrguer:

1 pão de hambúrguer Zero Trigo

1 hambúrguer caseiro

1 fatia de queijo zero lactose

2 folhas de alface lisa

3 folhas de rúcula 

1 rodela de tomate 

1 colher (sopa) de maionese de rúcula 

1 colher (sobremesa) de catchup

Grelhe o hambúrguer e coloque o queijo por cima, até derreter.

Aqueça o pão e acrescente na parte inferior a maionese, o hambúrguer, o queijo, o tomate, o alface, a rúcula e o catchup, e cubra. Sirva a seguir.


Sobremesa: Brownie sem glúten/leite



Ingredientes:

3 ovos 

2 xícaras (chá) de açúcar demerara pulverizado

2 xícaras (chá) de chocolate em pó sem glúten 

1 colher (sopa) de cacau em pó

110ml de óleo de coco

1 colher (sopa) de biomassa de banana verde

1 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de arroz

1/2 xícara (chá) fécula de batata

1 colher (chá) de fermento em pó 

150g de nuts picadas (nozes, castanha do brasil, castanha de caju, amêndoas)

50g de chocolate sem glúten (ou chocolate picado)

Modo de fazer:

Na batedeira, coloque os ovos e o açúcar pulverizado (batido no liquidificador) até obter um creme claro.

Peneire o chocolate em pó e o cacau em pó e adicione na batedeira até misturar.

Adicione o óleo de coco e a biomassa de banana verde e bata até obter uma mistura homegênea.

Peneire a farinha de arroz e a fécula de batata e acrescente aos poucos, até incorporar. Se necessário, adicione água aos poucos (se a massa ficar pesada). 

Acrescente o fermento em pó e bata levemente.

Com o auxílio de uma espátula, incorpore as nuts e as gotas de chocolate.

Coloque numa forma untada e coberta com papel manteiga e espalhe. Leve ao forno pré-aquecido a 220°C e asse por cerca de 15 a 20 minutos. 

Faça o teste do palito: ele tem q sair úmido e a casca deve estar formada.

Espere esfriar para desenformar e cortar.



Smoothie de Frutas Vermelhas

Ingredientes:

1 banana picada congelada

1 xícara de frutas vermelhas congeladas (amora, morango, framboesa, mirtilos)

1 xícara de leite de coco

Mel, se necessário


Modo de fazer:

Bata tudo no liquidificador e sirva.